O Maniqueísmo Estadunidense – Quem são os bandidos no final das contas ?

RICARDO CARELLI

  Texto, Foto, Arquivos Fotográficos e Pesquisa.

A Paz de quem não enxerga por traz do por-de-sol (foto Ricardo Carelli)

      220 mil japoneses foram mortos nos ataques à Hiroshima e Nagazaki.

      6 milhões de judeus foram mortos no Holocausto.

      9 milhões de pessoas foram mortas pela Inquisição.

      100 milhões de negros foram mortos na escravidão.

E ainda querem nos convencer que o famoso 11 de setembro (3000 mortos + -) foi o maior ato terrorista da história

????????????????? Será mesmo ?????????????????

A saga de um povo dizimado pelos Terroristas Estadunidenses.

      Mauro Reyes:

“Foi é pouco! Cadê o que eles foram buscar no Afeganistão e Iraque? O que vc acha de um povo que valoriza tanto o poder das armas que até em filmes de terror eles as usam pra vencer espíritos e demônios?”

      Ricardo Carelli:

“Eu concordo que toda violência contra a humanidade é hedionda, mas não consigo deixar de pensar em Hiroshima. Depois de ler o livro de John Hershey (o que eu recomendo como  jornalista cidadão, se bem que acho  uma leitura mais que recomendada, e sim obrigatória), e notar que não houve punição a nenhuma pessoa que seja,  nenhuma responsabilidade por um ato tão brutal, assassino e terrorista, penso que a tal nova ordem mundial se fez, pela antiga ordem mundial, a do poder bélico. Vemos aí o maior engôdo sugerido em nome da Paz mundial.  Para mim, Hiroshima foi a Bagdá moderna e Pearl Harbor, o World Trade Center, repaginados e travestidos de legitimidade, justiça de  luta contra inimigos em guerra ou terroristas vestidos de “Bicho Papão Muçulmano”. A palavra mais próxima que consigo entender é  “vingança a qualquer custo”, que sejam inocentes, crianças, velhos, todos representam o mal. Ironicamente, para os inimigos do mal, os Estados Unidos representam o grande Satã. Não consigo ver Justiça em nenhum milímetro desta história, o que vejo é ódio bilateral e o maior esmagando o menor. O rico saqueando o pobre, a arma de fogo sobrepujando o bodoque. A tirania do mais forte sobre o mais fraco. Tudo isso com as bençãos da ONU e de todo mundo “Evoluído e Aculturado”. Pobres comedores de cabritos.

Os Estadunidenses deveriam sim ser julgados por Crimes contra a Humanidade e claro pelo extermínio de civis inocentes, pelo mundo afora, Japão, Bagdá, Oriente médio, Coréia e por ai vai. Claro que tudo tem motor propulsor desta economia sangrenta, se apropriando do petróleo,   por saque as riquezas, pilhando países do oriente médio, assim como por infringir a soberania de outros tantos países e desrespeitar todos os tratados internacionais de respeito ao próximo. Todo o princípio de ajuda humanitária e de respeito aos sobreviventes, prisioneiros e até da forma desproporcional de retaliação, que por décadas, a Cruz Vermelha Internacional luta para que estes princípios sejam respeitados minimamente, se afunda nas prisões escusas, e no inferno chamado Guantánamo. Local este assumidamente uma fábrica de torturas, assassinatos e desrespeito ao resto do mundo. Chego a pensar nas técnicas nazistas e em outra comparação de Guantánamo como sendo um moderno Campo de concentração Estadunidense. Só o futuro, oxalá, nos dirá o que acontece lá. Afinal o próprio presidente americano ( dois na verdade ) aprovam a tortura, por afogamento para obter resultados satisfatórios em interrogatórios. Dá pra entender????  TORTURA LEGALIZADA.

Senhores, definitivamente com Guantánamo voltamos a idade média.

Bombardeio em Bagdá

Tudo em nome do combate ao Terrorismo, implantado, municiado, alimentado, treinado, sabemos bem, pelo próprio governo Estadunidense. Amigos, sem guerra a economia dos Estados Unidos vai a colapso. #é_fato.  Os senhores da guerra fazem das mazelas humanitárias, o seu ganha pão, ou seriam trilhões de pães?!. Na minha humilde opinião, sou contra TODO tipo de terrorismo, 11 de setembro foi uma retaliação as ações de pirataria. Não sou e nem nunca fui a favor de Bin Laden, ou as ações deste dia fatídico,  mas… quem tem o direito ou autorização, para entrar em um País soberano, e assassinar quem eles quiserem, a sangue frio, e sumir com o corpo, jogando ao mar, só para acalmar o desejo de vingança de seu povo, ignorante e hipócrita.

O que foi gasto para encontrar e matar Osama Bin Laden, resolveria boa parte  dos problemas da fome em alguns países na Africa e até mesmo na América do Sul e Central.

Que tem de diferente isso de um ato terrorista . Já não é novidade e nem é de agora que os maiores assassinos de todos os temos usam colarinhos brancos, ternos e gravatas vermelhas listradas. Fazem inveja a qualquer “Chico Picadinho”, ou “Maníaco do Parque”,  Massacres em Columbine, ou Assalto ao trem Pagador.  Sugiro cuidado a todos quando pesar na balança das responsabilidades absolutas  pois a indefectível forma de se separar o Bem do Mal, o bandido e o mocinho, pode não ser tão fácil como parece.

Inocentes de Bagdá - o ódio aos terroristas (?????)

    

 Nestas brigas os únicos inocentes são as vítimas, os mortos,  todos os outros são cúmplices, são hipócritas, assassinos ou Chefes de Estado. O mais bobo, vendeu a mãe, e não entregou. Temos que tomar cuidado, pois amanhã, o demônio pode ser eu, você, a velhinha que mora na esquina, o padeiro, o morador de rua, sei lá quem mais. Depende o quão é interessante e quanto ganharam com isso.  Boa noite para quem consegue dormir tranquilo isto acontecendo embaixo de nossos olhos.

Olha quanto ao atentado de 11 de setembro, para ser bem claro sou totalmente contra o que aconteceu, achei uma barbaridade, como todas as outras histórias que aqui lembrei, só não acho que o governo de parte da América do Norte esteja livre de responsabilidades, inclusive no atentado, ao contrário, os considero culpados, e acho piamente que deveriam ser punidos, como todas suas vítimas foram.

      Maniqueísmo: a luta entre o Bem e o Mal:

O maniqueísmo é uma forma de pensar simplista em que o mundo é visto como que dividido em dois: o do Bem e o do Mal. A simplificação é uma forma primária do pensamento que reduz os fenômenos humanos a uma relação de causa e efeito, certo e errado, isso ou aquilo, é ou não é. A simplificação é entendida como forma deficiente de pensar, nasce da intolerância ou desconhecimento em relação a verdade do outro e da pressa de entender e reagir ao que lhe apresenta como complexo. “A pressa de saber obstrui o campo da curiosidade e liquida a investigação em muito pouco tempo”, declara o psicanalista W. Zusman (A terra sob o poder de Mani, JB/s.d.). A pressa não é só inimiga da perfeição, é também inimiga do diálogo, do pensamento mais elaborado, sobretudo, filosófico e científico.

Hiroshima no dia Seguinte - Quem planta bomba, colhe Terrorismo.

      O maniqueísmo é uma forma religiosa de pensar; não como religião autônoma, mas enquanto comandos camuflados que influenciam os discursos do cotidiano, inclusive as religiões formais e seitas.

Sobre ricarelli

Jornalista, repórter fotográfico, engajado nas lutas sociais contra a desigualdade absoluta que aflige os segmentos marginalizados da socieldade.

Publicado em 15/09/2011, em CRÔNICA, FOTOJORNALISMO, GERAL, JORNALISMO, TUDO e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: