Arquivos do Blog

MEDO DE SÃO PAULO

FOTOS : RICARDO CARELLI

FOTO: RICARDO CARELLI

FOTO: RICARDO CARELLI

 

FOTO: RICARDO CARELLI

FOTO: RICARDO CARELLI

FOTO: RICARDO CARELLI

Decadência sem Elegância

Fotos e Textos: RICARDO CARELLI


Qual o sentido da vida, se não podemos dividir nossa conquistas com quem é menos afortunado.
O que podemos fazer com nossa própria consciência, se não olhamos para o lado e enxergamos todas as agruras, as maldades que o cotidiano faz nossos pobres irmãos sofrer. É sofrimento demais para crianças, mães e avós. É morte as vezes. Não podemos dormir sem que no final do dia sentiremos um pequeno remorso por ter uma cama quente, um prato de comida e até mesmo uma pessoa para dividir nossos problemas. Que maldade é essa que deixa 15.000 moradores de rua, ao relento, sem teto, sem comida, sem dignidade. Essa é a nossa maldade. Quem tem olhos somente para olhar e não toma atitude, não cumpre suas obrigações como ser humano.


Fique triste sim, mas faça algo de bom.
Fique revoltado sim, mas de um prato de comida a uma criança, ela provavelmente nem sabe o que esta acontecendo e pode morrer de fome ou ser adotada por um traficante.
Tenha pena dos que tem poucos bens, ou não tem dinheiro para gastar.
Eles são nossos irmãos, poderia ser você, e você iria querem, muito, mas muito mesmo que alguém desse um copo de leite para seu filho.


Ricardo Carelli

For those who want to understand and non-Brazilian:

Decadence without Elegance

Photos and Texts: RICARDO CARELLI

What is the meaning of life if we can not share our achievements with those who are less fortunate.

What can we do with our own conscience, if not look to the side and we see all the hardships, the evils which makes our daily life poor brothers suffer. It’s too much suffering for children, mothers and grandmothers. It is Death time. We can not sleep without it at the end of the day feel a little remorse for having awarm bed, a plate of food and even a person to share our problems.

What is this evil that leaves 15,000 residents street, outdoors, homeless, without food, without dignity. This is our wickedness. Who has eyes only to look and not take action, does not meet their obligations as a human being.

Sad yes, but do something good.

Be angry yes, but a plate of food to a child, she probably do not know what is happening and can starve or be adopted by a trafficker. Pity those who have few assets or no money to spend.

They are our brothers, could be you, and you would want, very, very even if someone gave a glass of milk for her child.

Ricardo Carelli

Polícia, bandido, a educação e a falta dela.

Estamos à beira de um penhasco e o vento é forte.

Para quem mora em alguma comunidade ( nome dado a favela para ficar mais humanizada ),  já não basta a chuva de balas perdidas, ou o sofrimento de viver na periferia de grandes cidades sem condições de transporte, saúde, segurança pública, ainda assim tem que agüentar os apagões elétricos e ficar horas a espera de uma condução pra voltar pra casa, já pela madrugada.

Não é só isso, ainda temos nossas  “Geisys”, maltratadas, estupradas, açoitadas e humilhadas por nossos tão bem educados alunos, filhinhos de papai, ou simplesmente medíocres moleques. Algumas têm a sorte de continuarem vivas e a media ouvir suas súplicas, outras “Marias da Penha” ainda podem reclamar, mas para outro tanto, não pequeno, melhor cabe o choro de quem fica, às vezes nem isso.

Viva a sociedade alternativa!

escola 10 km
Foto: Ricardo Carelli

 

O verdadeiro apagão, parece, está na cabeça de todos, que vão esquecer o “UNItaliBAN”, o “Crime da Mala”, “Os pedófilos de plantão”, os “Nardoni’s”, “Marcola’s” e Cuecas cheias de dólares. Este apagão está dentro de todos nós, não duvide.

Mas existe esperança, fora a Copa do Mundo e as Olimpíadas no Brasil? Quem sabe?

Será que ainda existem pessoas, resignadas à deriva desta sociedade podre, que ainda acreditam na educação, no carinho e na família ainda como o berço e o pilar da comunidade ( ai sim no sentido exato da palavra )?

Eu acho que sim……!

%d blogueiros gostam disto: